Posts Tagged ‘crise’

Pesquisa sobre a crise, do ChangeThis

crise-change-this

O site ChangeThis fez uma pesquisa com seus leitores e obteve 1.400 respostas sobre a crise nos EUA.

As perguntas foram:

  • Em uma palavra, como você está se sentindo?
  • Como isso está te afetando?
  • O que você escolheu fazer a respeito

Muito bacana, uma pesquisa pequena, simples, e direcionada a uma turma boa, que lê o excelente site ChangeThis. A imagem que ilustra o post e é o primeiro slide da apresentação abaixo é um resumo a primeira pergunta. Os outros slides são algumas das principais/melhores respostas.

Algumas coisas me marcaram, ressoaram. Tem gente:

  • vendo que há oportunidades
  • contratando
  • bebendo (é sério)
  • pensando em abrir um negócio
  • sabendo que não dá mais para viver no piloto automático
  • trabalhando mais
  • escolhendo/revendo o que é mais importante mesmo
  • que não sabe o que fazer
  • lembrando que o mindset correto é fundamental
  • reconectando a antigos amigos/contatos
  • buscando satisfação nas coisas simples, gratuitas da vida
  • não entrando em pânico e agindo como idiota
  • desligando a TV
  • entregando mais valor para seus clientes
  • escolhendo viver

Revendo essa lista, parece que até que a crise é uma coisa boa, não? Fora a bebida, é claro. :-) Aproveite a crise, no bom sentido.

Vou palestrar no Epicentro, proposta de TED brasileiro

local-epicentro1

Local do evento, na Av. Berrini, SP

Daqui duas semanas, extamente dia 19 de março, acontece o evento Epicentro, organizado pelo Ricardo Jordão, da BizRevolution. Estou muito animado, acho que vai ser um evento show, que tem tudo para se transformar no TED brasileiro. Estou mais animado ainda por ter sido convidado para palestrar no evento.

Publiquei há pouco o press-release completo do evento e aqui, faço algumas marcações e recortes do que achei mais bacana, diferente e interessante. Você vai entender porque é um reconhecimento para mim estar nesse time.

De onde vem o nome

EPICENTRO é o ponto da superfície terrestre onde se registra a intensidade máxima de um movimento sísmico. A partir do EPICENTRO, as ondas de mudanças se espalham para outras regiões abalando todas as estruturas de diferentes maneiras.

Nova forma de interação

Traga o seu computador, o seu modem 3G, a sua câmera de vídeo, a sua filmadora etc. No EPICENTRO é permitido filmar, fotografar, blogar, twitar etc.

A proposta do evento em uma frase

Como ser otimista em temos de turbulência econômica? Nós precisamos entender as oportunidades que existem para fazer as nossas vidas, empresas e sociedade funcionarem melhor.

Como ter uma boa ideia

Que tal ir a um evento onde você simplesmente não conhece nada do que o palestrante está falando, mas se tiver a mente aberta, poderá ter um insight para o seu negócio? 

Tudo online, como no TED

Todas as palestras serão gravadas em vídeo e estarão disponíveis no site do evento (ainda em construção) nos dias seguintes a realização do evento.

Crise e felicidade

Uma das razões que levou o mundo a crise financeira é a falta de opções a seguir. Essa impressão errada leva as pessoas a quererem as mesmas coisas, fazerem as mesmas coisas, brigarem pelos mesmos espaços. O EPICENTRO quer promover idéias diferentes, produtos e serviços diferentes, diferentes visões da vida para que o brasileiro possa seguir diferentes caminhos e ser feliz.

Agenda do evento

EPICENTRO
19 de Março de 2009
Local: IT Midia, Praça Prof Jose Lannes 40 Edifício Berrini 500 17o andar

14:30 Recepção
15:20 Abertura, Jordão, Co-fundador e Editor do Epicentro
15:30 Luciano Pires, Anarquista Corporativo
15:50 Fabio Seixas, Camiseteiro
16:10 Alexandre Oliva, Evangelizador do Software Livre
16:30 Christian Barbosa, Gerenciador de Tempo
16:50 Vicente Lassandro, Geólogo
17:10 Pedro Mello, Empreendedor Serial
17:30 Erick Archer, Venture Capitalist
17:50 Aleksandar Mandic, A Internet em Pessoa
18:10 Claudia Riecken, Psicóloga 2.0
18:30 Indio da Costa, Político 2.0
18:50 Rawlinson, Inventor
19:10 Marco Gomes, Interneteiro Profissional
19:30 Gabriel Peixoto, Educador
19:50 Miguel Cavalcanti, Pecuarista Digital
20:10 Marco Antonio Gonçalves, Advogado Futurista
20:30 Adelson de Sousa, Chateaubriand da Informática
21:00 Encerramento, Jordão, Co-fundador e Editor do Epicentro

Quem faz

BizRevolution – Insights para quem vai mudar o mundo através do Trabalho.

Curioso

O mais legal de tudo é minha descrição – “pecuarista digital”, gostei e vou adotar daqui em diante. Te espero por lá.

Update: já possível se cadastrar, para o evento presencial ou online. Aproveite, é grátis.

EPICENTRO, um evento otimista para tempos de turbulência econômica

Comments Off on EPICENTRO, um evento otimista para tempos de turbulência econômica
 |  by  |  cursos e seminários  |  Comments Off on EPICENTRO, um evento otimista para tempos de turbulência econômica

epicentro-logo

Esse é um evento que tenho muito orgulho de anunciar de que irei participar e especialmente palestrar. Leia abaixo o release completo.

EPICENTRO é o ponto da superfície terrestre onde se registra a intensidade máxima de um movimento sísmico. A partir do EPICENTRO, as ondas de mudanças se espalham para outras regiões abalando todas as estruturas de diferentes maneiras.

A partir do próximo dia 19 de Março, EPICENTRO ganha um novo significado. EPICENTRO é o nome do evento criado pela BIZREVOLUTION em parceria com a IT Midia que irá reunir uma série de mentes brilhantes de diferentes segmentos de mercado para trocar idéias que valem a pena espalhar.

“Como ser otimista em temos de turbulência econômica? Nós precisamos entender as oportunidades que existem para fazer as nossas vidas, empresas e sociedade funcionarem melhor.” Ricardo Jordão Magalhães, Fundador da BIZREVOLUTION e do EPICENTRO.

No auditório do EPICENTRO, o evento irá reunir 14 palestrantes de diferentes formações que através de palestras objetivas (máximo de 20 minutos de duração cada) terão a responsabilidade de fazer o público participante refletir sobre novas possibilidades.

As palestras começam as 15:00 hs e seguem sem interrupção até as 21:00hs. Do lado de fora do auditório, o EPICENTRO funciona como um espaço para os participantes se conhecerem, trocar cartões, e continuar a conversa que foi originada dentro do auditório.

“O EPICENTRO é um lugar para IDÉIAS objetivas e assertivas. Não é lugar para blá blá blá, não é lugar para pessimismo e velhas teorias. Quem tem algo a dizer vai direto ao ponto durante as palestras, e tem a oportunidade de aprofundar a discussão no loungue do evento.”

O EPICENTRO é um evento multi cultural e profissional que vai girar em torno de temas como Empreendedorismo, Estilo de Vida, Design, Tecnologia e Liderança. Para falar sobre esses temas, O EPICENTRO reuniu diferentes empreendedores, consultores, psicólogos, investidores, inventores, educadores e muito mais.

“Eu acredito que a próxima grande idéia da indústria automobilística está na indústria de cosméticos, a próxima grande idéia para a indústria de software está na indústria de flores. Ou seja, chega de ir a eventos onde você vê os seus pares falando sobre o que você já sabe. Que tal ir a um evento onde você simplesmente não conhece nada do que o palestrante está falando, mas se tiver a mente aberta, poderá ter um insight para o seu negócio? O EPICENTRO é exatamente sobre isso” afirma Ricardo Jordão.

O EPICENTRO acontece em São Paulo, e será transmitido ao vivo pela internet através do aulavox.

“O EPICENTRO é sobre democracia, diálogo, compartilhar conhecimentos e diferentes pontos de vista. O evento será transmirido pela internet ao vivo com direito a áudio e visualização dos slides das palestras dentro do console da Aulavox. Além disso, todas as palestras serão gravadas em vídeo e estarão disponíveis no site www.oepicentro.com.br nos dias seguintes a realização do evento”, afirma Ricardo Jordão Magalhães, realizador do EPICENTRO.

As inscrições para o EPICENTRO presencial ou virtual é grátis. O EPICENTRO presencial acontece no Espaço IT Midia que fica na Praça Prof Jose Lannes 40 Edifício Berrini 500 17o andar.

“Eu quero provar que crise se combate com criatividade. Uma das razões que levou o mundo a crise financeira é a falta de opções a seguir. Essa impressão errada leva as pessoas a quererem as mesmas coisas, fazerem as mesmas coisas, brigarem pelos mesmos espaços. O EPICENTRO quer promover idéias diferentes, produtos e serviços diferentes, diferentes visões da vida para que o brasileiro possa seguir diferentes caminhos e ser feliz.” Ricardo Jordão Magalhães, idealizador do EPICENTRO.

O EPICENTRO é uma realização da BIZREVOLUTION e IT Midia.

Agenda do EPICENTRO

14:30 Recepção
15:20 Abertura, Jordão, Co-fundador e Editor do Epicentro
15:30 Luciano Pires, Anarquista Corporativo
15:50 Fabio Seixas, Camiseteiro
16:10 Alexandre Oliva, Evangelizador do Software Livre
16:30 Christian Barbosa, Gerenciador de Tempo
16:50 Vicente Lassandro, Geólogo
17:10 Pedro Mello, Empreendedor Serial
17:30 Erick Archer, Venture Capitalist
17:50 Aleksander Mandic, Guru da Internet
18:10 Claudia Riecken, Psicóloga 2.0
18:30 Indio da Costa, Político 2.0
18:50 Rawlinson, Inventor
19:10 Marco Gomes, Interneteiro Profissional
19:30 Gabriel Peixoto, Educador
19:50 Miguel Cavalcanti, Pecuarista Digital
20:10 Marco Antonio Gonçalves, Advogado Futurista
20:30 Adelson de Sousa, Chateaubriand da Informática
21:00 Encerramento, Jordão, Co-fundador e Editor do Epicentro

Local e Data:

19 de Março de 2009
Local: IT Midia, Praça Prof Jose Lannes 40 Edifício Berrini 500 17° andar.

Para mais informações, acesse BizRevolution.

Comunicando visualmente

Comments Off on Comunicando visualmente
 |  by  |  negócios  |  Comments Off on Comunicando visualmente

sub-prime

Assisti hoje um vídeo no youtube muito bom sobre a crise do sub-prime nos EUA. O vídeo é bom por ser um excelente exemplo de como comunicar visualmente suas idéias. Achei as animações que ilustram o que o narrador diz. Muito mais fácil e eficiente de se assimilar.

Assista ao vídeo, abaixo:

YouTube Preview Image

Alguns detalhes legais:

  • o tamanho de cada coisa
  • o movimento que cada objeto faz na tela
  • o perfil da família prime e sub-prime
  • a explicação de como a alavancagem (leverage) funciona

A dica é do Fábio Seixas, pelo Twitter, que é inclusive onde eu tenho recebido mais coisas legais ultimamente.

Uma hora (extra) por dia vendendo

Comments Off on Uma hora (extra) por dia vendendo
 |  by  |  empreender, negócios, vendas  |  Comments Off on Uma hora (extra) por dia vendendo

Tim Sanders, autor do livro “Amor é a melhor estratégia”, escreveu um post curto e bem interessante sobre como melhorar seu negócio em tempos difíceis.

Ele sugere que você inclua (aumente) uma hora por dia no seu cronograma vendendo. Realmente vendendo, seja pelo telefone, seja pessoalmente. Escute seus clientes (atuais ou antigos), ofereça o que você tem de bom, entenda o que eles estão pensando (e passando).

Uma dica simples (desde que você não trabalhe mais do que 10 horas por dia rs..) e que pode ajudar bastante. Chet Holmes, um dos especialistas em vendas que mais gosto, recomenda que você use pelo menos 4 horas por dia vendendo para clientes novos.

Os EUA hoje estão passando por uma crise muito maior que a brasileira (que por enquanto parece estar apenas nos jornais). Essas dicas para empresas e empreendedores em tempos de crise tem me agradado muito. A única coisa que tenho pensado é que elas funcionam todas em tempos em que não há crise.

Eficiência e exigência altas, foco no lucro, negligência baixa são pontos a serem buscados sempre. Pelo menos nas boas empresas.

Crise em 2009? Nós optamos por não participar. Mas estamos tentando aprender ao máximo com dicas que: aumentem receita ou diminuam custos. :-)

Bons negócios!

PS: Em tempo, esse livro do Tim é um dos livros que mais me influenciou nos últimos anos. Um título que afasta muita gente, meio auto-ajuda, mas que resume muito bem o que acredito nos negócios. O sucesso vem de: fazer o certo, aprender e se relacionar.

Porque o Twitter conseguiu mais US$ 35 milhões de investimento

Em meio a crise nos EUA, o Twitter conseguiu mais US$ 35 milhões de investimento. O site é um sucesso, mas eles ainda não tem a menor idéia de como vão ganhar idéia. O Techcrunch entrevistou um dos investidores e a resposta principal foram os seguintes pontos:

  • Sistema aberto. Qualquer um pode construir novos serviços por cima do Twitter. Sua API é uma das mais usadas atualmente. Muita gente desenvolveu sistemas para IPhone, Facebook e até Orkut, por exemplo. E é possível pesquisar dentro desses dados.
  • Tempo real. É um enorme banco de dado do que está acontecendo agora.
  • Em todos lugares. Você pode acessar de quase qualquer aparelho.
  • Escalável. Eles acreditam nisso (ano passado o sistema teve sérios problemas de escalabilidade, gerando até a expressão “baleiou”, pois aparecia um desenho de baleia sendo carregada por passarinhos na tela de erro).
  • Persistente. Um arquivo do que está acontecendo e do que aconteceu.

Achei interessante essa avaliação, pois mesmo não tendo um modelo de negócios, há gente acreditando de verdade nesse novo site, que quem ve de fora, geralmente não entende. Ele pode se tornar um dos principais serviços sociais da internet no futuro próximo.

Se você se interessa pelos assuntos desse blog, pode ser uma boa “me seguir” no Twitter.

O link original do artigo do Techcrunch é IVP’s Chaffee: Why I Invested In Twitter.

Empreendedores focam no cliente e no produto

blogging-requires-passion-and-authority

Li essa semana um post muito bom sobre o que apaixona empreendedores. Não é o fato de empreender, mas seus clientes e seus produtos. Achei muito interessante.

Ser empreendedor tem uma série de pontos que podem ser considerados negativos, como trabalhar muito, correr riscos, ser pouco (ou nada) recompensado. Ter uma grande chance de fracassar.

Grandes empreendedores têm paixão por seus clientes e pelos produtos que desenvolvem, e não por serem grandes empreendedores.

Um bom lembrete, para esses tempos de crise: esqueça o que você não pode influenciar e ataque os 2% que estão ao seu alcance. Ligue para seus clientes, melhore seu produto.

Pode estar muito mais difícil vender hoje, do que há um ano. Mas você pode estar muito melhor hoje do que há um ano atrás.

Uma frase que li hoje: “Se você não está melhorando, com certeza está piorando”.

Como lidar com a crise, sem ser otimista ou pessimista, por Bob Wolheim

Acabei de ler um artigo muito interessante sobre como lidar com a crise, sem ser otimista demais ou pessimista em exagero.

…fazer todas essas perguntas o tempo todo pra mim mesmo, tentando ser bastante auto-crítico mas sem virar um pessimista, duro e questionador quanto a existência de oportunidades, realista como o momento pede em projeções e custos, com o cuidado de não matar o negócio e, principalmente, um gestor atento e incansável da montanha-russa das emoções…

Leia o texto na íntegra, acessando o site EmpresaBRASIL.

Gosto muito de ler os artigos do Bob. São curtos e com uma frequência grande me ajudam. Seja com uma idéia, seja como motivação. Seja como um pequeno momento de reflexão. Mais importante do que o que leio, é o que faço com isso.

Palestra sobre varejo e a NRF 2009, por Luiz Alberto Marinho

shop-cart2

Acabei de assitir no slideshare uma palestra sobre varejo e a sobre a feira NRF 2009, preparada pelo Luiz Alberto Marinho. Ele escreve para o site Blue Bus há anos e sempre acompanho seus artigos e comentários. É uma das minhas principais referências sobre marketing, brasileiras.

Veja os slides que ele colocou no slideshare, abaixo:

Os principais dados da apresentação:

  • As vendas em dezembro caíram 9,8% nos EUA.
  • 61% gastam menos em eletrônicos 64% gastam menos em roupas 62% gastam o mesmo ou mais em supermercados.
  • 68% comem em casa em lugar de comer fora 50% comemoram ocasiões especiais da família em casa
  • 87% trocaram de marca, por outras mais baratas ou marcas próprias do supermercado
  • 1/3 trocaram marcas de roupa por marcas próprias de lojas de departamento.
  • No 1º semestre de 2008, 49% dos domicílios brasileiros compraram ao menos uma vez um item de marca própria (18 milhões de lares).

Tendências interessantes de se acompanhar, entender e aplicar:

  • “Cheap Chic”, exemplo Havaianas.
  • Seu produto entrega: refúgio, proteção, simplificação e indulgências?

Frases que te fazem pensar:

  • “As pessoas não vão comprar mais coisas. Elas vão tirar mais das coisas que compraram”. Matt Thornhill
  • “Hard questions are not made during good times” H. Lee Scott

Como o Varejo está enfrentando a crise?

  1. Desperdício: Cortar Custos, Diminuir Riscos, Reduzir Tamanho de Lojas.
  2. Eficiência: Investir no capital humano, Adotar estratégias multicanal, Revisar portfólio de fornecedores.
  3. Clientes: Melhorar a Experiência de Compra, Investir em Mercados Emergentes e Fortalecer a Marca.

Os que mais gostei:

Indivíduos passarão de espectadores passivos para co-participantes do processo de desenvolvimento de produtos, pontos de venda e da comunicação.

O Grand finale:

“Nós temos somente 2 fontes de vantagem competitiva:

  1. A capacidade de aprender mais sobre nossos clientes, mais rápido que nossos concorrentes.
  2. A capacidade de transformar esse conhecimento em ações, mais rápido que nossos concorrentes.”

Jack Welch.

Marinho completa, com a 3ª vantagem: acreditar.

Para ir além: acesse os artigos do Marinho no Blue Bus.

O lado bom da crise e o foco no consumidor

Comments Off on O lado bom da crise e o foco no consumidor
 |  by  |  internet, marketing, negócios  |  Comments Off on O lado bom da crise e o foco no consumidor

Tenho lido muito sobre a crise e o que mais tem me animado são as pessoas que estão buscando fazer diferente. Hoje encontrei um artigo muito bacana da Patrícia Marinho, no Blue Bus, direto da NRF Big Show 2009, em NY.

Selecionei tópicos legais, com grifos meus, do texto (leia completo aqui), que fala da crise e de um tema ainda muito pouco explorado no Brasil, o foco real no consumidor:

Crise

Tem um lado bom na crise que é nos forçar a sair da situaçao de conforto e ir buscar soluçoes inovadoras para nossos problemas, já que as velhas fórmulas, por si só, nao trarao novos resultados.

Mas nao adianta teorizar – tem que executar. Por conta disso, vários palestrantes vieram para Nova Iorque para compartilhar o que eles estao fazendo para superar a crise.

Customer Centricity

No último dia da Conferência, foi a vez da Borders aparecer como case. Isso porque eles já estao conseguindo dar um passo além do conceito de multi-channel e adotaram o cross-channel.

Ou seja, nao basta estar em todos os canais, mas conseguir tirar o maior proveito possível da integraçao entre eles.

A Borders sabe que vende uma commodity (os mesmos cds e livros que você pode comprar na Amazon) e com isso precisa construir experiências de compra capazes de atrair e reter o consumidor.

Nas lojas há um terminal onde você pode fazer pedidos de produtos que nao estao disponíveis na loja – que possuem estoques limitados – para receber em casa.

No site há a opçao de se pedir pela internet e buscar na loja. Uma pesquisa mostrou que esta questao de poder buscar na loja é 8º item, de uma série de 30 mais importantes na hora de comprar.

O primeiro é a visita à loja. O segundo é a qualidade do atendimento. O terceiro é saber, pelo site, se existe o produto na loja.

Na mesma pesquisa, a questao de ler as opinioes de outros no site aparece como 4º fator mais importante na hora de comprar.

Leia completo aqui A NRF acabou me surpreendendo justamente por causa da crise.

A crise está aí. Você vai chorar ou vender lenços?

Como planejar 2009, por Christian Barbosa

2154018689_d11593d86e_o1

Meu amigo Christian Barbosa escreveu um ótimo post sobre planejamento 2009. Vou seguir os conselhos dele.

Christian é o principal especialista brasileiro em gestão do tempo, que já exporta seus conhecimentos para outros países, inclusive os EUA (enquanto a maioria dos “especialistas” brasileiros só copia). Além disso, ele é um palestrante excepcional.

Leia abaixo o que mais gostei do post “Como planejar 2009“.

Sobre a crise

Em 2009 o cenário ainda está incerto, mas eu defendo que precisamos acreditar e não parar no meio do caminho, ou entraremos em um círculo vicioso perigoso. O próximo ano será “diferente”, se ele será fácil ou difícil dependerá muito de como você vai enfrentá-lo.

Minha sugestão é deixar o medo de lado e trazer o otimismo a tona. Por aqui vou fazer minha parte. No plano estratégico da Triad, vamos aumentar nossa equipe, investir em novos mercados, mídias e no lançamento de novos produtos. Eu prefiro definir o que quero a aceitar o que vier, e ao longo do trajeto vou afinando as rotas para chegar sem turbulência.

Como planejar 2009, na prática

Reserve uma hora e faça um planejamento do seu ano:

1- Revise o Que é Importante para Você – Ano que vem você precisará de mais foco para não perca tempo a toa. Para isso você deve ter clareza e responder: Que atividades eu devo focar em 2009 e quais eu devo abortar?

Faça uma lista de “FOCO” e outra de “STOPs”, depois de concluída faça uma lista de prioridades por ordem de importância. Olhe para os 5 primeiros itens da lista e detalhe um plano de ação na sua agenda para cada um deles.

2- Escreva 1-2 metas – Não adianta fazer muitos planos, o melhor é focar em poucos objetivos ao longo do ano, mas que sejam relevantes e viáveis.

3- Crie pontos de controle – A cada bimestre, agende uma reunião de 1h com você mesmo para revisar seus planos, suas metas, seus “FOCOs” e “STOPs”.

4- Compartilhe seus objetivos com alguém de confiança.

5- Coloque você no seu ano.

Leia na íntegra, e acompanhe o blog dele.

Medo da crise, por Marinho do Bluebus

Comments Off on Medo da crise, por Marinho do Bluebus
 |  by  |  leituras, negócios  |  Comments Off on Medo da crise, por Marinho do Bluebus

grito

Luiz Alberto Marinho, do Bluebus, escreveu hoje um artigo muito bacana sobre as percepções das classes C e D em relação a crise financeira mundial. O resumo: a crise não chegou, mas o medo sim. Graças ao barulhão que a mídia vem fazendo.

Veja algumas partes do artigo, que considero mais interessantes.

76% estao preocupados ou muito preocupados com a crise, 90% pensam que o país será afetado por ela e 88% dizem que a própria família sofrerá de alguma maneira as consequências desse problema.

Mesmo sem entender direito o que acontece no mundo, 61% dos brasileiros que habitam a base da pirâmide social cogitam pisar no freio e adiar a realizaçao de sonhos de consumo. Os mais preocupados sao os que moram no interior, as mulheres e os mais velhos.

Entre as medidas que poderao ser adotadas, caso a situaçao piore de fato, estao a diminuiçao dos gastos, a reduçao do grau de endividamento, a busca por mais um emprego e o adiamento de compras planejadas para o ano que vem, especialmente a aquisiçao de automóveis, eletrodomésticos e eletrônicos, a reforma da casa e a compra de imóveis.

Os setores que sofreriam menos, se a crise bater na porta das classes C e D, seriam os relacionados com limpeza, saúde, moradia, alimentaçao e educaçao. Os maiores cortes seriam em lazer, vestuário, cartoes de crédito e celulares.

O grande termômetro do pessimismo do consumidor popular brasileiro será este Natal. Nada menos do que 63% dos entrevistados pensam em mudar a forma de presentear.

Acho que ele tem razão. A crise não chegou, mas vai chegar. E deve apertar mais quem vende produtos de maior investimento, processo de decisão longo e também os supérfluos.

Vale a pena ler na íntegra. Como de costume, o artigo do Marinho é curto, informativo, com opinião embasada. É um dos meus especialistas de marketing favoritos. Sou leitor desde 2002.

Um recado sobre a crise, da FNazca

Comments Off on Um recado sobre a crise, da FNazca
 |  by  |  empreender, marketing, negócios  |  Comments Off on Um recado sobre a crise, da FNazca

Acabo de ler o esperado texto de uma página publicado hoje pela FNazca em vários jornais brasileiros. Quem deu a dica foi Fábio Sexias, do Camiseteria. Abaixo os trechos que mais gostei.

Sobre o Brasil de hoje

Nenhuma crise é igual à outra. Essa que chegou com toda a força, agora, certamente é a mais diferente de todas. Porque o Brasil não tem um pingo de responsabilidade sobre o que está ocorrendo e porque o Brasil está no seu melhor momento economicamente falando. O Brasil nunca esteve tão em dia com as suas obrigações, o dever de casa feito, com um mercado interno tão forte, com empresas tão sólidas, modernas e competitivas e com as suas instituições tão garantidas, para encará-la.

Sobre empreendedores e sobre marketing

O intuito deste anúncio é despertar o empreendedorismo que sempre caracterizou o empresariado brasileiro,a coragem que sempre foi a marca registrada das nossas empresas, a capacidade inesgotável de reinvenção que sempre foi o norte dos vencedores neste nosso país.

E também é o intuito deste anúncio demonstra que um marketing original é a mais poderosa fonte de energia, capaz de gerar as transformações que uma empresas precisa num momento de crise.

Sobre inovação

Acreditamos que se esse não é o momento de inovar, que outro será? Acreditamos que se esse não é o momento de ser e parecer diferente dos seus concorrentes, que outro haverá de ser?

Sobre coragem e otimisto

Na crise, já disseram muitos, é que se separam os homens dos meninos. Ou seja, crise, pode ser café pequeno para os homens. Nós gostamos com açúcar.

Fábio também cita Nizan Guanaes:

Sobre crise, Nizan Guanaes certa vez disse: “No mundo existem os que choram e os que vendem lenços; eu vendo lenços”.

Gostei muito. Assino embaixo. Vale a pena ler na íntegra.

A bolsa de valores e sua vida

Comments Off on A bolsa de valores e sua vida
 |  by  |  negócios  |  Comments Off on A bolsa de valores e sua vida

Anda preocupado com o impacto da queda da bolsa de valores na sua vida?

Sugiro ler o texto do Eduardo Carvalho, “Sobre o efeito de um acontecimento macro na nossa vida que é micro“.

Abaixo um pequeno trecho:

Nosso estado de espírito também pode ser – precisa ser – absorvido por pequenas alegrias. E elas não estão nos jornais. Normalmente não conseguem ser representadas em gráfico – e não têm praticamente nenhuma correlação com a bolsa.

A vida depende muito – acho cada vez mais isso – de pequenos detalhes, de pequenos acontecimentos escondidos, sutis, de importância completamente nula para a história da humanidade: mas fundamentais para o nosso estado sentimental.

Vale a pena ler todo.

Crise nos EUA, análise e sugestões da Sequoia Capital

Comments Off on Crise nos EUA, análise e sugestões da Sequoia Capital
 |  by  |  empreender, negócios  |  Comments Off on Crise nos EUA, análise e sugestões da Sequoia Capital

 

Get real or Go Home

Caia na real, ou vá pra casa.

 

 

Descobri há pouco uma excelente apresentação sobre a situação da crise financeira nos EUA, com uma explicação muito bem feita, uma análise da situação atual e uma série de dicas para empresários e empreendedores.

Veja os slides da palestra:

Abaixo minhas observações, sobresse ótimo material. O principal:

  • administre o que você controla (custos, previsões de crescimento e lucro)
  • foque na qualidade
  • não se arrisque
  • procure reduzir dívidas (ou não fazer novas)
  • fluxo de caixa positivo é um “must”
  • orçamento base zero
  • use cada dólar como se fosse o último
  • equipe de vendas – aumente variável, reduza fixo
  • seja rápido nos cortes, para sobreviver (excelente gráfico abaixo)
O mais rápido sobrevive

O mais rápido sobrevive

No final, a frase: “Get Real  ou Go Home”.

Os blogs “do crédito” e tellEsfera que indicaram. Ótima dica.