Posts Tagged ‘telefone’

Gestão do tempo – o que tem me ajudado

Há algumas semanas dei uma entrevista por email para um repórter do jornal O Globo do RJ. A reportagem saiu há dois domingos no caderno Boa Chance. Como escrevi muito mais coisas do que saiu na matéria. E como não consigo acessar a matéria online, resolvi publicar aqui as respostas enviadas.

Entrevista ao jornal O Globo

Há quase quatro anos, li o livro do Christian Barbosa, que me ajudou muito. Meu dia-a-dia é 70% do tempo no escritório, trabalhando com computador e telefone. Os outros 30% visitando clientes, viajando e fazendo palestras.

Já fui muito mal organizado. Melhorei muito na gestão do tempo. Mas ainda tenho muito o que melhorar, minha mulher que o diga (sou casado há quase 4 anos e tenho um filho de 10 meses).

O que tem me ajudado:

- fazer o que gosta

Aprendi com a metodologia do Christian, que o primeiro ponto da estrela é a identidade. Se você não sabe onde quer chegar, dificilmente vai se realizar. O dia-a-dia e a correria vão te deixar ansioso. Gosto muito de ler, de me atualizar. Procuro fazer muito isso, o que me traz prazer, alegria. Por exemplo, estou usando cada vez mais áudiolivros, pois viajo muito de carro (na estrada e no trânsito) e gosto mais de ler (escutar) um bom livro, do que ouvir música.

- organizar a semana

Toda segunda tento organizar as principais tarefas da semana. Procuro não sobrecarregar a segunda.

- priorizar o dia, colocando no máximo 6 tarefas por dia

Me pergunto todo dia “o que vou entregar hoje”, ou seja, qual o produto final do meu dia. Muitas vezes, você faz muitas coisas, mas nao se sente realizado. 20% do seu tempo, quando bem aplicado, gera 80% do resultado, da satisfação. Dificilmente você vai fazer mais do que 2 grandes coisas em um dia, mesmo que responda 200 emails.

- reavaliar meu trabalho, visando aumentar o que tenho prazer, diminuir o que sinto ser apenas um dever

Tento reinventar meu trabalho. Por exemplo, como posso tornar a tarefa de preparar propostas mais agradáveis? Minha saída foi mudar o jeito de fazer. Tarefa igual, jeito diferente. Satisfação muito maior. Agora encaro cada proposta como uma peça única, diferente, exclusiva. Visualizo o objetivo final que é satisfazer o cliente, fazer com que meu produto ou gere real valor para o cliente, ou resolva um problema real dele.

- não perder tempo

Menos MSN, menos sites sociais, menos reuniões. Me pergunto: estou ocupado ou produtivo? O cansaço vem quando você se ocupa, mas não produz.

- evitar interrupções

Evite o telefone e principalmente o MSN.

- informação sob-demanda

Quase não assisto TV, prefiro opções que me permitem escolher quando começar, parar, terminar (ex. internet, DVD, livros, jornal, etc).

- não é fácil

É normal, mesmo depois de muito tentar, se sentir cansado, as vezes frustrado. Mas sempre acredito que é possível fazer mais, realizar mais. Não em quantidade, mas em qualidade.

- referências:

Christian Barbosa, David Allen, Tim Ferris e Seth Godin.

Fim da entrevista.

O Christian foi quem me indicou para a entrevista. Muito obrigado!